Search

Saci Pererê

É um capetinha que bole em tudo, cria confusões e espanta gente velha. Suas estórias são muito antigas… Registram-se a partir do século XVII. Alguns folcloristas afirmam que é de origem portuguesa.

O certo é que “quem conta um conto aumenta um ponto” e a figura do Saci é o resultado de muitas origens. Realmente o “Fradinho Mão Furada”, de Portugal, tem muito do Saci que conhecemos nas histórias de Monteiro Lobato.

Alguns estudiosos concluem que o mito do Saci, subindo para o Norte, aprendeu as artes do “Caapora” e do “Curupira”, figuras criadas pelos índios e negros. Passa a fazer assombrações como o Caapora, e trança as crinas dos cavalos como o Curupira.

Há porém diferenças: o Caapora, o Curupira e o Fradinho da Mão Furada tem duas pernas fortes e o Saci, uma perna só.

No folclore europeu não há nem um mito de uma perna só, como o nosso Saci, mas no americano há dois exemplos: um deus dos maias e um dos mexicanos.

É crença popular que para prender um Saci, basta ter um rosário de capim (contas), emborcar-se uma peneira, com habilidade, ou rezar um Credo.

Também é superstição que o Saci não faz malandragem com quem usa um bentinho no pescoço, com dentes de alhos descascados. Ele foge como o Diabo da Cruz.

Didática do Folclore
Corina Maria Peixoto Ruiz
Editora: Vozes

 

Livros sugeridos:

Reinações de Narizinho – https://www.livrariaespacoaberto.com.br/produto/reinacoes-de-narizinho-edicao-de-luxo/

Quem matou o saci? – https://www.livrariaespacoaberto.com.br/produto/quem-matou-o-saci/

plugins premium WordPress

Aproveite nossas promoções exclusivas em comemoração aos 40 anos da livraria espaço aberto!

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência. Ao continuar navegando em nosso site você concorda com nossa política de privacidade.